domingo, novembro 09, 2008

A Seleção de Futebol do Século XX da FIFA

A Seleção de Futebol do Século XX da FIFA

A Seleção de Futebol do Século XX é uma seleção fictícia de futebol composta por jogadores que marcaram o esporte no século XX, eleita em várias oportunidades por pesquisas realizadas por revistas, jornais de todo mundo e também pela FIFA. Dentre estes veículos estão a Revista Placar, Revista Planete Foot, Revista Venerdì, Italian FA, Voetbal International, entre outros.
Basicamente as "seleções" eleitas seguiram o formato 4-4-2 (dois zagueiros, dois laterais, quatro meias e dois atacantes), porém algumas listam tiveram três atacantes, entre outras variações.
Tendo como base as diversas seleções escolhidas em diferentes pesquisas, pode-se dizer que o time do século seria:

Goleiro

- Lev Yashin (URSS)

Conhecido também pela alcunha de Aranha Negra, devido ao seu uniforme todo preto. Único goleiro até hoje a ganhar o Ballon d'or (Bola de Ouro), melhor jogador da Europa em 1963, escolhido por jornalistas de toda a Europa. Quando se aposentou, em 1971, a FIFA resolveu homenageá-lo com uma medalha de ouro especial, por sua extraordinária contribuição ao esporte.


Defensores

- Carlos Alberto (Brasil)

Um dos maiores laterais-direitos da história, ele foi o capitão da Brasil que ganhou a Copa de 70, no México, ficando conhecido como o Capitão do Tri. No que diz respeito aos clubes, Carlos Alberto jogou pelo Fluminense, Botafogo, Flamengo, Santos, e o New York Cosmos. Ele foi o companheiro de Pelé nos últimos dois clubes.

- Franz Beckenbauer (Alemanha Ocidental)

Como jogador, Beckenbauer era dotado de uma técnica refinada, além de um senso de liderança enorme, levando a posição de capitão em todos os times que jogou. Jogava como líbero, e, com sua visão de jogo incrível, armava contra-ataques fulminantes e tinha na elegância, com seu porte ereto, sempre com a cabeça levantada, uma marca registrada. Sua habilidade ajudou a Alemanha a ganhar a Copa do Mundo de 1974 e o Bayern Munique o tri da Liga dos Campeões da UEFA em 1974/1975/1976.

- Bobby Moore (Inglaterra)

Se destacou na posição de zagueiro, considerado um dos melhores do século 20. Disputou a Copa do Mundo de 1970, já tendo, como capitão, erguido a Copa do Mundo de 1966 e disputado a de 1962.
Um dos maiores ídolos do West Ham United, morreu de câncer, em 1993. Em 2004, foi eleito o melhor jogador da Inglaterra dos 50 anos da UEFA, nos Prêmios do Jubileu da entidade, superando Bobby Charlton.

- Nilton Santos (Brasil)

Integrou o plantel da seleção brasileira de futebol nos campeonatos mundiais de 1950, 1954, 1958 e 1962, tendo sido bicampeão nos dois últimos.
Foi chamado de "a Enciclopédia" por causa dos conhecimentos sobre o futebol. Considerado o maior lateral-esquerdo do Mundo de todos os tempos. Foi o precursor em arriscar subidas ao ataque através da lateral do campo. Revolucionou a posição de lateral-esquerdo, utilizando-se de sua versatilidade ao defender e atacar, inclusive marcando gols, numa época do futebol onde apenas tinha a função defensiva.


Meio-campistas

- Johan Cruyff (Holanda)

Apontado como o melhor futebolista neerlandês de todos os tempos. Considerado um jogador revolucionário, tático, ofensivo, coletivo, vistoso e eficiente, inspirou muitos jogadores e treinadores a partir de suas extraordinárias atuações no Amsterdamsche Football Club Ajax e principalmente na seleção da Holanda, durante a Copa do Mundo de 1974.
Se, atualmente, há no futebol jogadores polivalentes que podem atuar sem posição fixa no campo, sem prejuízo de suas atuações individuais, muito se deve a este genial craque e não menos a seu treinador no Ajax e na Seleção Holandesa, Rinus Michels.

- Michel Platini (França)

Jogou as copas de 1978, 1982, 1986. Ganhou três bolas de ouro da France Football em anos seguidos, um recorde (Johan Cruijff e Van Basten ganharam três mas não seguidas). Platini foi o principal organizador da Copa do Mundo de 1998, na qual a França foi campeã. Foi um dos maiores jogadores da história do futebol mundial. Marcou época carregando nas costas a França rumo ao título da Eurocopa de 1984, e principalmente com a Juventus, que entre sua estada por lá de 1982 a 1987, viveu conquistas e momentos dos mais fantásticos.

- Alfredo Di Stefano (Argentina)

Argentino, que, além de ter jogado pelo país natal, jogou também pela Colômbia e pela Espanha.
Di Stéfano é atualmente o maior artilheiro na história da primeira divisão da Espanha, com 528 gols em 329 partidas. Também é o maior artilheiro pelo Real Madrid do campeonato espanhol, com 216 gols em 282 partidas.
Di Stéfano foi um jogador brilhante, um dos melhores de todos os tempos.
Atualmente é o presidente honorário do Real Madrid.

- Diego Armando Maradona (Argentina)

Foi também conhecido como El Pibe de Oro, D10S, ou El Diez. Considerado por muitos como o melhor jogador de todos o tempos, Maradona comandou a seleção Argentina na Copa do Mundo de 1986, contribuindo decisivamente para a conquista do bicampeonato mundial argentino. Sua carreira esportiva foi interrompida precocemente em função do consumo de substâncias entorpecentes. Maradona é conhecido pelos seu dribles incríveis, suas arrancadas geniais e seus passes de extrema categoria.


Atacantes

- Pelé (Brasil)

Pelé, é, trinta anos após sua retirada dos campos, o mais famoso futebolista brasileiro e mundial.
É considerado por muitos como o maior jogador da história do futebol. Recebeu o título de Atleta do Século de todos os esportes em 15 de maio de 1981, eleito pelo jornal francês L'Equipe. No fim de 1999, o Comitê Olímpico Internacional, após uma votação internacional entre todos os Comitês Olímpicos Nacionais associados, também elegeu Pelé o "Atleta do Século".
Na Copa de 58, Pelé foi chamado pelos franceses de "Rei do Futebol", dando início a uma verdadeira lenda internacional, tornando-se uma das personalidades mais conhecidas do mundo durante o século XX.

- Garrincha (Brasil)

Se notabilizou por seus dribles desconcertantes apesar, ou exatamente, pelo fato de ter suas pernas tortas. É considerado entre os especialistas de futebol como um dos maiores jogadores da história do futebol em todos os tempos.
Garrincha, "O Anjo de Pernas Tortas", foi um dos heróis da conquista da Copa do Mundo de 1958 e, principalmente, da Copa do Mundo de 1962 quando, após a contusão de Pelé, se tornou o principal jogador do ataque brasileiro. Com Garrincha e Pelé jogando juntos, a Seleção jamais perdeu uma partida sequer.


Fonte: Wikipédia

20 comentários:

Walcleber disse...

O fato então é que o Botafogo foi o clube que mais contribuiu com a história do futebol no século XX.

Daqui a 100 anos talvez os trocedors dos outros times possam discutir com os Botafoguenses.

Além disso o Botafogo foi eleito em 2009 o clube com o escudo mais bonito do mundo.

Anônimo disse...

ô louco, meu. A lista do Pelé dos melhores jogadores de todos os tempos, não inclui Garrincha que entragava de bandeja para Pelé. Garrincha aparece em tudo que é lista dos melhores de todos os tempos, só não aparece na lista do Pelé. Alguma coisa está errada ou o Pelé ficou doido.

Anônimo disse...

TÁ MALUCO ! AQUELA FOTO É DO AMARILDO E NÃO DO GARRINCHA. FUI!!!!!!!

Jeferson Emmanuel disse...

inveja do pelé
o garrincha so naum foi o maior jogador do seculo pq na epoca quem fazia mais gols era mas visto e garrincha driblava todos pela direita e tocava pro pelé q esperava na area,fica facil assim
--'

Gustavo disse...

O Botafogo foi o clube que mais contribuiu com a historia do Futebol brasileiro e mundial.

Foi o clube disparado que mais cedeu jogadores a seleção brasileira, e o que mais cedeu jogadores a seleção brasileira de uma vez só.

Eleito o 12° clube do mundo no século XX.

E de 11 jogadores na seleção FIFA 3 jogaram no botafogo, e um deles, Nilton Santos, maior lateral da históris, somente jogou no Botafogo.

Por isso que eu falo, Tradição não se resume a títulos.

Anônimo disse...

HAHAH
teh parece que platini merece estar nesta lista
Zico jogou bem mais que platini
com certeza era para ele estar ali

Anônimo disse...

"Daqui a 100 anos talvez os trocedors dos outros times possam discutir com os Botafoguenses."
Só se for por Espiritismo! Daqui a 100 anos o botafogo só existira em livros de historia.

Marcelo Dorneles Coelho disse...

Qualquer seleção histórica é muito discutível. Talvez, Falcão merecesse estar neste grupo seleto, uma vez que atuou como centromédio propriamente dito, diferentemente de Platini. Talvez, Nílton Santos pudesse ser descolado pra zaga, no lugar do Moore, para abrir lugar para Júnior na esquerda. Enfim, será que Puskas, da Hungria de 54, não mereceria lugar?

Anônimo disse...

Pele foi o maior de todos
Ate penalti ele defendeu em final da Taca Brasil contra o Gremio.
Comparar Pele a Garrincha com todo respeito ao Mane...nao da .....

Orlando disse...

Alguém disse que deslocaria o Nilton Santos pra zaga, pra abrir uma vaga pro Junior. "Peraí"; até gostava do Junior, mas, antes dele, tem um tal de Marinho Chagas!

Pablo disse...

Acho q Platini tem q ser excluído pra dar lugar a Puskas.
Puskas era Gênio, Platini era um jogador esforçado, apenas. Eu ainda digo q até o próprio Zidane foi melhor q Platini na França

leonardo disse...

Vamos por partes!
Pelé não elegeu Garrincha na lista do FIFA 100, porque a lista inclui nome de jogadores que estavam VIVOS na epoca em que a lista foi feita! Ou seja, Garrincha morreu em 83 e lista foi feita em 2004, no centenário da FIFA!
E cai pra nós, com todo respeito ao amigo que disse que não da pra comparar Garrincha ao Pelé: Procure saber mais sobre o futebol e tome cuidado com o que você diz!
Meu, o Garrincha jogou tanto quanto Pelé, a diferença é que Pelé era mais completo, porque Garrincha era ingênuo!
Mas tirando esse fato, só uma pergunta: Pelé teve de carregar a seleção nas costas? hein?
Acho que não né! rsrs, porém Garrincha fez isso muito bem na copa de 62!
Queria ter a oportunidade de ver algum jogador jogar um por cento do que esses lendários futebolistas do século 20 jogaram!
Obrigado pela atenção!

Anônimo disse...

A lista té muito boa. E o melhor e todo os tempos é o garrincha.O pelé é invenção da mídia.

francisco disse...

quantos titulos internacionais tem o botafogo? O Garrincha éra habilidoso, más não éra inteligente. Listas de seleções são sempre injustas, quem se lembra do zagueiro Figueroa (inter), Gamarra, o polones Lato 74/78, e etc ...

RICARDO disse...

Pelé foi um jogador extraordinário.
Porém, creio que é muito complicado comparar épocas.
a tática e o preparo físico dos jogadores evoluiu muito. Daí que nos dias atuais, o jogador quase não tem tempo para pensar, tendo em vista a rigorosa marcação.
Por outro lado, se formos analisar a seleção brasileira, ao longo dos anos de 1958, 1962 e 1970, constataremos que haviam vários craques que jogaram juntos. Exemplo: Pelé, Garrrinha, Nilton Santos, Didi, Tostão, Rivelino, Gerson, Jairzinho, Carlos Alberto, Djalma Santos etc.
Portanto, antes de falarmos ou escolhermos o melhor jogador do mundo, devemos analisar todas as seleções e verificar se nas mesmas haviam tantos craques como haviam nas passadas seleções brasileiras.
AFINAL SER CRAQUE E JOGAR COM CRAQUES É MUITO MAIS FÁCIL.

Anônimo disse...

cade o RONALDO FENOMENO?

Anônimo disse...

falta um centroavante nessa lista,eu colocaria ronaldo ou romário aí. além do mais poderia ter colocado um marcador nato nessa lista tipo cesar sampaio.

Vininicius disse...

BOtafogo é isso , é tradição e ainda querem esculachar meu glorioso ...... invejosos de merda .... ti amo fogo ........

fagner disse...

minha seleção seria essa lev yhashin,carlos albreto torres,beckenbauer,lothar matheus,nilton santos:cruyf,didi,puskas:romário,garrincha e pelé:téc:tele santana

fagner disse...

tiro o maradona porque jogou dopado todas as copas que disputou sendo desleal com o esporte não sei como a fifa ainda elege ele como um dos maiores para min ele não foi nem atleta nem jogador foi um safado que cheirava antes dos jogos ´porque não tinha capacidade fisica para jogar