sexta-feira, setembro 12, 2008

Eliminando a gordura da cintura

Eliminando a gordura da cintura

O excesso de gordura corporal é um problema de saúde e o acúmulo na região da cintura é mais que um incômodo estético, pois pode provocar a resistência à insulina, diabetes não dependente de insulina e aterosclerose.
A gordura é normalmente acumulada no corpo todo, estando distribuída nos membros e tronco. De acordo com as regiões de acúmulo, ela pode ser classificada em dois tipos: a subcutânea e a visceral. A primeira é encontrada numa camada que fica entre a pele e a musculatura esquelética. Podemos ter uma idéia de quanta gordura subcutânea possuímos, “pinçando” com os dedos uma prega de alguma região do corpo. O que temos nesta prega são as camada da pele e da gordura. As espessuras da gordura subcutânea são diferentes de acordo com as regiões do corpo e com o sexo. Por exemplo, na coxa a espessura da gordura subcutânea é maior em mulheres do que em homens, enquanto na região da cintura a espessura da gordura subcutânea é maior em homens do que mulheres.
Todos já repararam que algumas pessoas possuem uma região abdominal com definição da musculatura, que chamam até de “tanquinho” devido ao formato característico do músculo reto abdominal. Nessas pessoas, a camada de gordura subcutânea é bem delgada, por isso o formato do músculo fica evidente. O mesmo acontece na coxa, braço e outras regiões.
A gordura visceral é aquela que se acumula entre as vísceras na cavidade abdominal e a quantidade também pode variar. Quando há um excesso de gordura nesta região, a pessoa fica com aquela barriga rígida, a qual chamam de “barriga de cerveja”. Não sem razão, pois quase todo o álcool consumido é transformado pelo fígado em gordura e está pode se acumular na região visceral. No caso da barriga rígida, a gordura subcutânea nem sempre é espessa, mas o músculo reto abdominal é “empurrado para fora” pelo conteúdo da cavidade, ficando distendido e até flácido.
Alguns estudos têm sugerido que o acúmulo de gordura visceral é mais prejudicial à saúde do que o acúmulo de gordura subcutânea, pois o primeiro tipo provoca a resistência à ação da insulina que pode evoluir para o diabetes não dependente de insulina e provocar também o acúmulo de colesterol em placas nas artérias coronarianas. Por conta disso, é desejável que a circunferência da cintura (medida com uma fita métrica 2 cm acima do umbigo) não seja maior que 94 cm em homens e que 80 cm em mulheres.


Soluções

Mas como eliminar o excesso de gordura da cintura e, principalmente a gordura visceral para reduzir alguns centímetros da circunferência? Não existe um método (com exceção dos invasivos) para diminuir a gordura localizada. Dieta e exercício físico (medicamentos em casos específicos) são os métodos mais indicados, mas provocam a diminuição da gordura visceral e subcutânea de todo o corpo, o que é muito bom. Obviamente, quando a pessoa tem um excesso localizado na região da cintura, apesar de haver diminuição, o tempo será maior.
Quanto aos exercícios, o ideal é uma combinação de aeróbicos (caminhada, corrida etc – veja texto anteriormente publicado) e localizados, como as flexões abdominais para enrijecer os músculos que estão parcialmente flácidos. No entanto, a programação de uma dieta hipocalórica é imprescindível para resultados mais eficientes.


A verdade sobre as abdominais

Abdominais sozinhos não vão conseguir remover a gordura da cintura. Os abdominais vão ajudá-lo a fortalecer e hipertrofiar os músculos do abdômen. E para conseguir retirar a camada de gordura que cobre o abdômen, vai precisar adicionar uma atividade aeróbica (a qual utiliza como prioridade de fonte energética, a gordura) e uma alimentação hipocalórica para remover o excesso de gordura desta região.
Para conseguir um abdômen "malhado" você vai precisar treinar duro no mínimo 3 x por semana. Comece com um dia sim outro não e aos poucos vá aumentando o seu trabalho.
Fortalecendo os abdominais, tem-se ainda menos risco de se ter dor nas costas.
Isso porque os músculos do abdômen estão relacionados diretamente com a postura. Quando eles estão fracos a tendência é que sua postura caia para frente, principalmente ombros, gerando um grande estresse nas costas. Por isso, recomendamos além de fortalecer o abdômen e músculos da região lombar , alongar musculatura da parte de traz das pernas e fortalecer os músculos do bumbum. Tudo isso vai ajudar a combater melhor a dor nas costas e até acabar com ela.


Dieta seca

Sem tirar pães e massas do cardápio, você consegue perder até 2 quilos em uma semana.
O segredo é combinar esses alimentos com porções generosas de proteína magra e gordura boa.
O correto é combinar carboidrato, proteína e gordura em todas as refeições (do café da manhã ao jantar) para manter o equilíbrio hormonal e manter a queima de gordura constante. Consumidas em proporções ideais, a proteína e a gordura retardam o índice glicêmico do carboidrato – ele demora mais para ser transformado em açúcar na corrente sanguínea e a produção de insulina é mantida em equilíbrio.
Quando é produzida em excesso, a insulina faz com que o corpo retenha mais gordura. E aí já viu: o ponteiro da balança é empurrado lá pra cima.
A proporção recomendada é a seguinte: 9 gramas de carboidrato (1 C) para cada 7 gramas de proteína (1 P) e 1,5 de gordura (1 G). Juntos, e nessas proporções, os três nutrientes (1 C + 1 P + 1 G) formam um bloco. Dependendo da refeição, seu prato deve ter um, dois ou três blocos. Complicado? Não se preocupe em contar calorias – aliás, esqueça! O resultado – derreter até 2 quilos em uma semana – depende só de você. E o melhor: as gorduras da cintura e da barriga são as primeiras a desaparecer.
Outra regra importante: proteína e gordura consideradas ruins, como manteiga e carnes gordas, ficam de fora. Você dá preferência à carne magra, frango e peixe, alimentos com menos gordura saturada (associada a doenças cardiovasculares e a alguns tipos de câncer). Os peixes contam com um benefício extra: o ácido graxo ômega 3, que ajuda a prevenir infarto e derrame. Ou seja, você seca as gordurinhas e ao mesmo tempo investe numa saúde invejável. Portanto, vale também privilegiar pães e massas integrais (carboidratos acompanhados de fibras) e o azeite de oliva, a amêndoa e o abacate (fontes de gordura do bem). E, se está acostumada a matar a sede com refrigerante e chá pronto (light ou não), fique longe deles nas duas primeiras semanas: tome água sem gás e modere no suco de fruta. Nesse período, abandone também doce, chocolate e salgadinho. Eles estão na lista dos alimentos com índice glicêmico muito alto, que geram picos de insulina.


Truques com alimentos

Quando for comer uma batata assada, acrescente um recheio de frango e requeijão light. Apesar do número de calorias aumentar, o frango (proteína) e o requeijão (gordura) vão retardar a transformação da batata (carboidrato) em açúcar na corrente sanguínea, mantendo a produção de insulina equilibrada. Caso não dê para resistir ao chocolate, volte a comê-lo de maneira moderada. E prefira aqueles acompanhados de amêndoas, que diminuem o índice glicêmico do chocolate. Outra combinação do bem: presunto magro ou amêndoa com melão.
As frutas são consideradas carboidrato e, por isso, aumentam drasticamente a quantidade de açúcar no sangue. O peito de peru (proteína) e a amêndoa (gordura) desaceleram esse processo. Bebidas alcoólicas têm alto índice glicêmico. Além de substituir o açúcar por adoçante, nos coquetéis e na caipirinha, procure consumi-los acompanhados de alimentos protéicos, como carpaccio e rosbife.


Fonte: Sinomar / Unimed / Cooperativa Do Fitness

13 comentários:

Thaís disse...

Muito Intessante . Obrigada pelas informações !

anoLEXIYa disse...

Adorei a matéria! Conteúdo bastante completo e respondeu bem às minhas dúvidas. Agradeço as informações pessoal ;)

Anônimo disse...

vamos viver sabendo viver.
Demonstrando conhecer , esta sua materia é de engrandecimento a responsabilidade de oferecer informações positivas , explicativas , de pessoas que sabem viver.
Viver é informar quando sabe, para não ficarmos duvidando de todos, como tem acontecido em muitas informações de pessoas não qualificadas para isto. GUEDES

Anônimo disse...

Muito interessante , esse conteúdo
sobre o que comer adequadamente,como comer os alimentos em quantidade o
suficiente para o corpo, era tudo que
eu queria saber mesmo ;)

ROSANI disse...

Muito interessante essa matéria. Adorei. Dicas super importantes sobre alimentação saudáve.
Agradeço as informações

Anônimo disse...

Adorei esta matéria.Suas informações me ajudarão muito.
Quero perder peso com saúde. Desconhecia o fato da musculatura abdominal ter haver com a postura.

Valeu! Obrigado!!

VIVEIRO ADONIS disse...

Sim, mas nao é facil nao, nao basta incluir proteinas na dieta, porque exesso de proteina vira gordura, nao tem jeito mesmo , para emagrescer tem que reduzir as calorias ingeridas e gastar mais , o resto é balela ( oleo de coco, cartamo etc )nenhum alimento tem a capacidade de fazer emagrescer a nao ser que seja algum veneno anti nutricional, para emagrescer dieta e exercicio fisico

VIVEIRO ADONIS disse...

Sim, mas nao é facil nao, nao basta incluir proteinas na dieta, porque exesso de proteina vira gordura, nao tem jeito mesmo , para emagrescer tem que reduzir as calorias ingeridas e gastar mais , o resto é balela ( oleo de coco, cartamo etc )nenhum alimento tem a capacidade de fazer emagrescer a nao ser que seja algum veneno anti nutricional, para emagrescer dieta e exercicio fisico

Anônimo disse...

Parabéns pela a materia

Anônimo disse...

Muito Bom o texto...obrigado!

Anônimo disse...

the incidence of flat tires because it raises the tire a few [url=http://www.designwales.org/nfl-outlet.htm]NFL Jerseys sale[/url] a little improved. Jack wills & Fitch is probably the best [url=http://www.designwales.org/mbt-outlet.htm]Cheap MBT shoes[/url] compared to the Three hundred watt motor that Jack LaLanne [url=http://www.designwales.org/mbt-outlet.htm]MBT shoes sale[/url] will have lots of fun! What more could anyone want in a game,
A common problem in many homes that subscribe to satellite [url=http://www.designwales.org/isabel-marant-outlet.htm]Isabel Marant[/url] Actually, this is a market innovator in casual wear for instance [url=http://www.designwales.org/mbt-outlet.htm]http://www.designwales.org/mbt-outlet.htm[/url] It will be worth the effort as the dogs are extremely loyal and [url=http://www.designwales.org/mbt-outlet.htm]MBT shoes Outlet[/url] No "Black Jack for Dummies" reading is necessary. Everything is
Scary! If the documentary aims to present the facts of how the [url=http://www.designwales.org/isabel-marant-outlet.htm]Isabel Marant Sneakers[/url] revenues that we receive are merely suggested donations. In this [url=http://www.designwales.org/isabel-marant-outlet.htm]Isabel Marant outlet[/url] of the Caribbean films refused to make any major changes. [url=http://www.designwales.org/nfl-outlet.htm]NFL Jerseys store[/url] the subject of jack-up design and analysis in a number of

Sqiar disse...

SQIAR (http://www.sqiar.com/solutions/technology/tableau) is a leading global consultancy which provides innovative business intelligence services to small and medium size (SMEs) businesses. Our agile approach provides organizations with breakthrough insights and powerful data visualizations to rapidly analyse multiple aspects of their business in perspectives that matter most.

Anônimo disse...

Valeu pelo material. Abrigado